Acerca da estupidez

Acerca da estupidez

Uma das minhas citações preferidas – confiando na tradução (Ed. da Gulbenkian, p. 178) – é de Immanuel Kant, na sua Crítica da Razão Pura: «A carência de faculdade de julgar é propriamente aquilo que se designa por estupidez e para semelhante enfermidade não há...
Product Placement À Martelada

Product Placement À Martelada

A internet perturba-me, por vezes. Por ser practicamente infinita, assustadora e maravilhosa, mudou para sempre as nossas vidas. Mudou também de forma permanente a publicidade e a forma como olhamos para ela. Subitamente, já não somos sujeitos passivos da publicidade...
Espetos e Alfinetes

Espetos e Alfinetes

Nas mais recentes sugestões ortográficas existe uma palavra que – mesmo não concordando com as inovações abstractas – define a minha posição neste mundo através da sua dialéctica com a dita serôdia grafia (ambas são aceites, mas eu tempero aqui o cozinhado linguístico...
Nesta onda do assédio sexual

Nesta onda do assédio sexual

É uma moda, certo? Olá a todos. Daqui fala um percebes que já foi vítima de assédio. Daquele cruel. Daquele que vive entre o conceito do assédio e da violação. Daquelas situações em que existe pressão psicológica de alguém com poder. Daqueles em que existe um...
O que esperar de 2018. Em tweets.

O que esperar de 2018. Em tweets.

As regras do jogo são razoavelmente simples. Tudo o que de importante acontecerá em 2018, está aqui. Nas palavras dos intervenientes e num máximo de 280 caracteres. Em princípio não escapa nada. Quase de certeza. Janeiro Michel Temer...
Aprendi feminismo com as Spice Girls

Aprendi feminismo com as Spice Girls

E se vos dissesse que aprendi feminismo com as Spice Girls? Por vezes, aprendemos as lições de vida mais insólitas provenientes dos sítios mais improváveis. Nos idos anos 90, (inserir frase saudosista), a individualidade deixou de estar na moda. Desde as...
“A Melhor Juventude” e o espaço à reconciliação

“A Melhor Juventude” e o espaço à reconciliação

1. Esta crónica é sobre “A Melhor Juventude” e a absurda necessidade de justificarmos o porquê de falar de coisas datadas. Mais o segundo ponto, parece-me agora que hesito com os dedos tangentes às teclas. 2. Cheguei ao filme por uma amiga que, num ritual muito seu,...
O que vi, ouvi e li para sobreviver a um ano de Trump(a)

O que vi, ouvi e li para sobreviver a um ano de Trump(a)

Donald Trump é o vilão de telenovela que o mundo não pediu e em quem apenas (parte) dos americanos votaram. Alguém que descaradamente desonra todos os códigos de honra, que não constituindo lei costumavam dignificar o papel daquele que é considerado «O» líder...
Os anos passam e eu continuo sem gostar da passagem de ano

Os anos passam e eu continuo sem gostar da passagem de ano

Ia escrever um texto sobre como os anos passam e eu continuo sem gostar da passagem de ano. Queria falar do meu ligeiro ódio de estimação ao destrambelho, à avidez, àquela dose bem servida de vergonha alheia e desespero porque fica toda a gente louca e é o tudo ou...
Plus Size Moi Non Plus

Plus Size Moi Non Plus

Provavelmente já ouviram falar de moda Plus Size por aí, mesmo que não se interessem remotamente por moda  (tenho todo um comentário para essas pessoas, mas fica para outro artigo, pode ser?). Ora bem, venho por este meio comunicar que tenho problemas com isto e passo...
Neste Natal, recebem todos uma dose de noção

Neste Natal, recebem todos uma dose de noção

no·ção substantivo feminino Ideia que se tem de uma coisa. Conhecimento, notícia. Conhecimento elementar. Exposição sumária. in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, [consultado em 24-12-2017]. O título. Não preciso de muito para justificar este título....
COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

1. É evidente que um dos fenómenos que mais tem crescido em Portugal, e um pouco por todo o lado, é o aparecimento de ajuntamentos, ou comunidades, em páginas de facebook e sites colectivos onde um grupo de indivíduos é desafiado a dissertar sobre temáticas...
Ai quem me dera apanhar um cacilheiro

Ai quem me dera apanhar um cacilheiro

O outro dia, li uma coisa do Afonso Cruz no último volume daquela abençoada Enciclopédia da Estória Universal. Alguém dizia, a propósito de ter muitos livros, (muitos dos quais não seriam nunca lidos) que lhe cativava a ideia da possibilidade, da liberdade. «Quando...
Eu nunca fui do Prog Rock

Eu nunca fui do Prog Rock

“Eu nunca fui do Prog Rock Eu já nasci depois do PREC Tarde demais pra Proto-punk Branco demais pra ser do Rap…” E com estas palavras, Samuel Úria consegue descrever alguma da sua existência e alguma da minha também. Deixem-me apresentar-me convenientemente: eu,...
Sistema Nacional de Saúde is doing it right (no Facebook)

Sistema Nacional de Saúde is doing it right (no Facebook)

Desde Setembro, o nosso Sistema Nacional de Saúde (SNS) abriu uma página, começou a investir seriamente no Facebook e a comunidade está a gostar. O que o Sistema Nacional de Saúde anda a fazer Além de informação ou novidades sobre as centenas de unidades de saúde e...
Avós que rodopiam como a Kate Winslet

Avós que rodopiam como a Kate Winslet

A minha avó tinha uma maneira de me fazer entender que estava a ser um mariquinhas pé-de-salsa com uma frase que, hoje, seria tão politicamente incorrecta como qualquer «Portugueses» sem o «Portuguesas». Dizia-me a minha avó «Faz-te um homem» e eu sempre achei isso...

Pin It on Pinterest