“A Melhor Juventude” e o espaço à reconciliação

“A Melhor Juventude” e o espaço à reconciliação

1. Esta crónica é sobre “A Melhor Juventude” e a absurda necessidade de justificarmos o porquê de falar de coisas datadas. Mais o segundo ponto, parece-me agora que hesito com os dedos tangentes às teclas. 2. Cheguei ao filme por uma amiga que, num ritual muito seu,...
COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

1. É evidente que um dos fenómenos que mais tem crescido em Portugal, e um pouco por todo o lado, é o aparecimento de ajuntamentos, ou comunidades, em páginas de facebook e sites colectivos onde um grupo de indivíduos é desafiado a dissertar sobre temáticas...
Blade Runner, os Tártaros e o meu patrão

Blade Runner, os Tártaros e o meu patrão

1. Começando pelo início: o valor cinematográfico de Blade Runner 2049 é a soma do histerismo dos fãs da cooperativa Nolan-Villeneuve-Abrams com a amável crítica do Luís Miguel Oliveira dividindo o resultado por dois. Podia, e talvez devesse, começar a desenhar os...

Pin It on Pinterest