Homem Hetero Também Chora

Homem Hetero Também Chora

Esta garoupa que vos escreve é, digamos, disfuncional. Até há bem poucos anos, todos os homens que me rodeavam, à excepção do meu pai e de um ou outro colega ocasional, eram gays. Zero heteros no território. Isto levou a uma elaborada teoria da conspiração por parte...

read more

Embirras com aquela gente que tem muitas opiniões? Se calhar vieste ao engano. Tu vê lá isso.

O Carapau de Corrida é o espaço de opinião de um grupo de pessoas que só concordam em discordar. 

Temas fresquinhos, dores de crescimento e soluções imaginárias para problemas que não existem.

#nãoestamosaquiparaagradaraofreguês

Acerca da estupidez

Acerca da estupidez

Uma das minhas citações preferidas – confiando na tradução (Ed. da Gulbenkian, p. 178) – é de Immanuel Kant, na sua Crítica da Razão Pura: «A carência de faculdade de julgar é propriamente aquilo que se designa por estupidez e para semelhante enfermidade não há...

read more
Product Placement À Martelada

Product Placement À Martelada

A internet perturba-me, por vezes. Por ser practicamente infinita, assustadora e maravilhosa, mudou para sempre as nossas vidas. Mudou também de forma permanente a publicidade e a forma como olhamos para ela. Subitamente, já não somos sujeitos passivos da publicidade...

read more
Pantera Negra. Bem-vindos à Utopia Afrofuturista  Parte 3 de 3

Pantera Negra. Bem-vindos à Utopia Afrofuturista Parte 3 de 3

Wakanda, nas suas várias vertentes, é a realização, apesar de fictícia, das esperanças de várias gerações de afro-americanos — um país não colonizado, soberano e protetor do seu estilo de vida. Esta é uma nação africana que conseguiu garantir para si o usufruto do seu maior recurso natural, uma crítica pouco disfarçada à forma como o ocidente explora as matérias-primas africanas (vibranium a ser trocado por diamantes, ninguém?).

read more
Uma viagem à Sérvia

Uma viagem à Sérvia

Digo-vos que não é fácil chegar a Belgrado. O viajante que ora vos digita já foi, e voltou, via Zurique, Genebra, Frankfurt e Budapeste, pois não existe voo direto de Portugal para a Sérvia (atenção, TAP).

read more

Onde é que eu ia? A realidade. A realidade atropela os cronistas do observador com a violência de um pneumático sobre Loreto depois de uma tarde ao sol das caraíbas.

ZÉS-PA-DAR-TE

em «Portugal acaba para a semana. Em princípio»

Se eu quisesse vestir uma tenda, ia à Decathlon 

GAROUPA DE IPANEMA

em «Plus Size Moi Non Plus»

    CONHECES A CALDEIRADA

    QUE PARA AQUI VAI?

     

    Garoupas, raias, ostras, temos de tudo. 

    É que não há peixe que não goste

    de meter o bedelho no assunto do dia. 

    E quanto mais fresquinho, melhor!

    Pantera Negra. Bem-vindos à utopia afrofuturista. Parte 2 de 3

    Pantera Negra. Bem-vindos à utopia afrofuturista. Parte 2 de 3

    Quase sempre que o futuro é abordado no mundo cinematográfico hollywoodesco é usada a perspetiva do homem branco — por exemplo, apenas 8 dos 100 filmes de ficção científica ou fantasia que mais dinheiro fizeram até ao momento têm protagonistas não brancos, e em metade dos casos esse protagonista foi Will Smith.

    read more
    Espetos e Alfinetes

    Espetos e Alfinetes

    Nas mais recentes sugestões ortográficas existe uma palavra que – mesmo não concordando com as inovações abstractas – define a minha posição neste mundo através da sua dialéctica com a dita serôdia grafia (ambas são aceites, mas eu tempero aqui o cozinhado linguístico...

    read more
    Acúrsio Araújo entrevista Cristóvão Colombo

    Acúrsio Araújo entrevista Cristóvão Colombo

    A 4 de março de 1493, Cristóvão Colombo chegava a Lisboa da sua primeira viagem ao Novo Continente. Antes de seguir para Espanha, concedeu duas entrevistas. Uma a D. João II, rei de Portugal, outra a Acúrsio Araújo, meu tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-tetra-avô. Um exclusivo do Carapau de Corrida.

    read more
    Paredes de Coura, outra vez.

    Paredes de Coura, outra vez.

    Paredes de Coura. Que seja simplesmente sinónimo de um dos muitos festivais de Verão portugueses não faz minimamente jus ao que é possível encontrar quando chega Agosto e há que rumar a Norte.

    read more
    Os Gatos Sonham com Carapaus de Corrida?

    Os Gatos Sonham com Carapaus de Corrida?

    Toda a gente com gatos, ou que lide com gatos, sabe que os gatos sabem qualquer coisa que as pessoas não sabem. É aquele olhar, uma distância calculada ao existir no espaço, uma necessidade de estar junto só quando faz sentido – mesmo que na altura ninguém perceba porquê.

    read more
    Pantera Negra. Bem-vindos à utopia afrofuturista. Parte 1 de 3

    Pantera Negra. Bem-vindos à utopia afrofuturista. Parte 1 de 3

    Ao contrário de outros filmes aclamados sobre a experiência negra, esta não é uma exploração da dor, pobreza ou sofrimento. É a aclamação de um conjunto de personagens com ideais positivos que celebram a sua identidade sem pedirem desculpas ou sem «traduções» para um público branco. E tudo isto é enrolado num festim visual à la Marvel.

    read more
    Nesta onda do assédio sexual

    Nesta onda do assédio sexual

    É uma moda, certo? Olá a todos. Daqui fala um percebes que já foi vítima de assédio. Daquele cruel. Daquele que vive entre o conceito do assédio e da violação. Daquelas situações em que existe pressão psicológica de alguém com poder. Daqueles em que existe um...

    read more

    “Eu não autorizei essa morte, não estou a perceber o que querem dizer com isso e não apoio essa decisão”, é o que me passa pela cabeça quando penso nele, ou no Pina, no Bowie, na Riva, naqueles todos de que agora não me recordo e ainda bem.

    OSTRADAMUS

    em «Leonard Cohen, um nome mil vezes repetido em constante sobressalto»

    Dizia-me a minha avó «Faz-te um homem».

    ESTURJOÃO

    em «Avós que rodopiam como a Kate Winslet»

    O que esperar de 2018. Em tweets.

    O que esperar de 2018. Em tweets.

    As regras do jogo são razoavelmente simples. Tudo o que de importante acontecerá em 2018, está aqui. Nas palavras dos intervenientes e num máximo de 280 caracteres. Em princípio não escapa nada. Quase de certeza. Janeiro Michel Temer...

    read more
    Aprendi feminismo com as Spice Girls

    Aprendi feminismo com as Spice Girls

    E se vos dissesse que aprendi feminismo com as Spice Girls? Por vezes, aprendemos as lições de vida mais insólitas provenientes dos sítios mais improváveis. Nos idos anos 90, (inserir frase saudosista), a individualidade deixou de estar na moda. Desde as Destiny's...

    read more
    Não vejo mal no menino com a camisola da H&M, deverei falecer?

    Não vejo mal no menino com a camisola da H&M, deverei falecer?

    Eu que abri a notícia de manhã ainda na cama, se calhar estava um bocadinho lenta, mas parece que devia ter visto um macaco e era mesmo só uma criança como outra qualquer. Ao mesmo tempo que carabinas se alinham para me abater pela minha ignorância, desrespeito, falta de sensibilidade e decoro, eis alguns pontos que me passaram pela cabeça.

    read more
    marinouïe, ou o milagre de sábado à noite

    marinouïe, ou o milagre de sábado à noite

    marinouïe é de origem francesa e espanhola, faz música e esteve neste sábado que passou a mostrar o que gosta de fazer no Bar Irreal, que fica ali entre a fauna estrangeira do Camões e a fauna adolescente de Santos. Não sabemos o nome que lhe deram ao nascer, mas a...

    read more
    Plus Size Moi Non Plus

    Plus Size Moi Non Plus

    Provavelmente já ouviram falar de moda Plus Size por aí, mesmo que não se interessem remotamente por moda  (tenho todo um comentário para essas pessoas, mas fica para outro artigo, pode ser?).

    read more
    COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

    COMUNIDADES CULTURAIS: nivelar por onde?

    1. É evidente que um dos fenómenos que mais tem crescido em Portugal, e um pouco por todo o lado, é o aparecimento de ajuntamentos, ou comunidades, em páginas de facebook e sites colectivos onde um grupo de indivíduos é desafiado a dissertar sobre temáticas...

    read more
    Eu nunca fui do Prog Rock

    Eu nunca fui do Prog Rock

    “Eu nunca fui do Prog Rock Eu já nasci depois do PREC Tarde demais pra Proto-punk Branco demais pra ser do Rap...” E com estas palavras, Samuel Úria consegue descrever alguma da sua existência e alguma da minha também. Deixem-me apresentar-me convenientemente: eu,...

    read more
    NEWSLETTER

    NEWSLETTER

    Recebe os últimos artigos da Carapau de Corrida no teu email através da nossa newsletter.

    Subscrição bem sucedida!

    Pin It on Pinterest

    Shares
    Share This